• Enviar por e-mail

“Os textos abordaram histórias do cotidiano e relacionaram, em enredos criativos, transparência, cidadania e o papel do TCE/SC e dos cidadãos no combate à corrupção e na construção de uma sociedade mais comprometida com a dignidade humana”. Com estas palavras, o presidente do Tribunal de Contas de Santa Catarina, conselheiro Dado Cherem, saudou a todos durante a cerimônia de entrega da premiação aos vencedores do IV Concurso Estadual de Redação do TCE/SC. Esta edição contou com a participação de aproximadamente 8 mil redações.

A solenidade, realizada nesta quarta-feira (29/11) no auditório da instituição, contou com representante da Secretaria de Estado de Educação, parceira do projeto, e a presença dos cinco primeiros colocados no concurso, os respectivos professores orientadores e diretores.

Felipe Frizon, 17 anos, do município de Caçador, ficou em primeiro lugar com a crônica “Cidadania, o antídoto para a corrupção”. Também foram classificados, do segundo ao quinto lugar, respectivamente, os alunos Andrey Albani, 16 anos (Bom Jesus do Oeste), Alana Bruna Fernandes Cecatto, 15 (Coronel Martins), Amábile Paes Inácio, 16 (Joinville) e Hellen Cristina Bison, 16 (Caibi).

Representando o secretário de Estado de Educação, a diretora de Gestão da Rede Estadual, Marilene da Silva Pacheco, destacou que “a cidadania é algo que precisa ser exercitado na escola, na comunidade, no dia a dia. Queremos parabenizar aos alunos pela reflexão que fizeram sobre essa importante temática, e aos professores, pela capacidade de fazer refletir”.

O conselheiro aposentado e presidente da Academia Catarinense de Letras, Salomão Ribas Junior, congratulou os estudantes com um depoimento pessoal: “Eu acredito muito na possibilidade de termos uma vida calcada na ética, capaz de impulsionar uma transformação na sociedade, por meio do exercício consciente da cidadania”.

Já o vice-presidente da Corte de Contas catarinense, conselheiro Adircélio de Moraes Ferreira Júnior, enalteceu a qualidade das crônicas participantes: “Os textos demonstram sensibilidade e que há muito de cidadania nos alunos”.

Para o estudante classificado em primeiro lugar, Felipe Frizon, o Tribunal “propôs aos jovens a oportunidade de modificar a sociedade brasileira, por demonstrar com clareza como funciona a administração pública e a importância da transparência”. Seu professor orientador, Cassiano Rocha De Lara Picolotto, ressaltou que “é muito gratificante poder participar de todo esse processo junto com os alunos em sala de aula”. Para ele, “o importante não é ganhar, mas participar e refletir sobre a importância da transparência na vida de todos nós”.

Os cinco estudantes premiados, acompanhados por um de seus pais, pelos professores orientadores e pelos diretores das respectivas escolas, também participaram de atividades culturais e recreativas em Florianópolis, como uma visita ao Projeto Tamar, que trabalha pela preservação de espécies ameaçadas de extinção. O aluno classificado em primeiro lugar veio para Florianópolis acompanhado também dos colegas da classe.  

 

Premiação

Os alunos vencedores foram premiados com um notebook e um troféu; seus professores orientadores com um notebook; e as escolas receberam kits de livros de literatura, um projetor multimídia e um notebook. Os demais finalistas da etapa estadual (primeiros colocados em cada etapa regional) e seus professores orientadores foram agraciados com menção honrosa. Os troféus foram criados e produzidos pelo servidor do TCE/SC e membro da comissão do projeto Marcelo Tonon.

As cinco crônicas vencedoras foram escolhidas a partir da avaliação de 35 trabalhos selecionados na etapa regional. A comissão julgadora foi integrada por representantes do TCE/SC. Participaram da seleção as redações escolhidas para representar 35 gerências regionais de educação (Gereds), a Coordenação da Grande Florianópolis e o Instituto Estadual de Educação, o maior estabelecimento de ensino da rede pública com sede em Florianópolis. As Gereds de Itajaí e Taió não encaminharam participantes. Dos 35 trabalhos remetidos ao Tribunal, quatro foram desclassificados, por descumprimento formal do regulamento.

 

O Concurso

Aberto a estudantes do ensino médio (regular e EJA) da rede pública estadual, o concurso teve um público potencial de aproximadamente 228 mil alunos de 1.106 escolas. Tendo por tema “Transparência e Cidadania”, o certame, que fez parte do projeto “TCE na Escola”, objetivou promover o debate sobre a transparência como importante instrumento para que o cidadão possa exercer o controle da gestão pública. Visou também uma reflexão sobre a qualidade dos gastos dos governos e dos mecanismos de combate ao desperdício do dinheiro público, contribuindo para a consolidação de uma cultura de responsabilidade cidadã.

 

Saiba Mais 1: Trabalhos vencedores na etapa estadual

1º lugar:

Estudante: Felipe Frizon

Título da redação: Cidadania, o antídoto para a corrupção

Professor: Cassiano Rocha De Lara Picolotto

Escola: EEB Dom Orlando Dotti

 

2º lugar:

Estudante: Andrei Albani

Título da redação: Heróis desconhecidos

Professor: Adriane M. Albani

Escola: EEB Professor Sílvio Romero

 

3º lugar:

Estudante: Alana Bruna Fernandes Cecatto

Título da redação: Cidadania em construção!?

Professora: Thais Aparecida Burato

Escola: EEB Professora Olga Nunes de Abreu

 

4º lugar:

Estudante: Amábile Paes Inácio

Título da redação: Escondidos atrás da transparência

Professora: Valdirene Cristiane Cesconetto

Escola: EEB Professor Germano Timm

 

5º lugar:

Estudante: Hellen Cristina Bison

Título da redação: Um novo sonho

Professora: Darlise Vaccarin Fadanni

Escola: EEB Dom Pedro II

 

 

Saiba Mais 2: Trabalhos vencedores na etapa regional

ESTUDANTE

ESCOLA

MUNICIPIO

GERED

Ágatha Anderson da Conceição

EEB Apolônio Ireno Cardoso

Balneário Arroio do Silva

Araranguá

Amanda Alves de Jesus

EEM Profª Elza Henriqueta T. Pacheco

Blumenau

Blumenau

Bárbara Gonçalves

EEB Paulo Cordeiro

Rio do Sul

Rio do Sul

Beatriz de Moura Ramos

EEB Ruth Lebarbechon

Água Doce

Joaçaba

Carlos Luan Schug

EEB Prof. Aldo Câmara

Santa Rosa de Lima

Braço do Norte

Crislaine F. Ferreira

EEB Prof. Argeu Furtado

São Cristóvão do Sul

Curitibanos

Eduardo Gonçalves Pereira

EEB Eng. Álvaro Catão

Imbituba

Laguna

Flávia Letícia Voidella

EEB Estanislau Schumann

Bela Vista do Toldo

Canoinhas

Gabriel Hüning

EEB Adolfo Silveira

Paraíso

São Miguel do Oeste

Gabriela Fernanda Terella

EEB Tancredo de Almeida Neves

Chapecó

Chapecó

Gisele Fátima Ribeiro

EEB Frei Evaristo

Iomerê

Videira

Giulio Luiz Valcanaia

EEB Frei Lucínio Korte

Doutor Pedrinho

Timbó

Gleison Rodolfo Kock

EEB São Tarcísio

São Bonifácio

Grande Florianópolis

Jean Cordeiro

EEB Prof, Pedro da Ré

Criciúma

Criciúma

Júlia Emanuele O. Tessmann

EEB Teixeira de Freitas

Alto Bela Vista

Concórdia

Julia Milioranço

EEB Prof. Custódio de Campos

Xaxim

Xanxerê

Kelly Siqueira dos Santos

EEB Ilza Amaral de Oliveira

Lages

Lages

Luiza Cardoso

EEM Manuel da Nóbrega

Rio Negrinho

São Bento do Sul

Marisa Marlene Weimer

EEB de Arabutã

Arabutã

Seara

Micheli Bosio

EEB Francisco Mazzola

Nova Trento

Brusque

Rafael Rodrigues Onofre

EEB Imaculado Coração de Maria

Pedras Grandes

Tubarão

Sirlei Voss

EEB Dr. Frederico EEB Dr. Frederico Rolla

Atalanta

Ituporanga

Tainara Berkenbrock

EEB Orlando Bertoli

Presidente Getúlio

Ibirama

Talita Wazen da Silva

EEB Claudino Crestani

Palma Sola

Dionísio Cerqueira

Vanusa Rodrigues da Rosa

EEM Valmir Marques Nunes

Bom Retiro

São Joaquim

Vinícius Tieppo

Instituto Estadual de Educação

Florianópolis

IEE

 

 

Saiba Mais 3: Comissão do Projeto

Tribunal de Contas:

Joseane Aparecida Corrêa - Coordenadora

Leda Maria Tirloni

Marcelo Tonon

Maria Thereza Simões Cordeiro

Rogério Felisbino da Silva

Simone de Souza Valverde

 

Secretaria da Educação:

Lilian Maia Rodrigues

Luciane Staub

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Enviar conteúdo por e-mailX

Separe os endereços por vírgula