• Enviar por e-mail

O Tribunal de Contas de Santa Catarina (TCE/SC) realizou, nesta semana, em São Miguel do Oeste (11/7), Chapecó (12/7) e Joaçaba (13/7), as três primeiras etapas do XVII Ciclo de Estudos de Controle Público da Administração Municipal. Participaram das oficinas técnicas 1.063 agentes públicos de prefeituras e câmaras de vereadores das 119 cidades que integram as associações de municípios do Extremo Oeste (Ameosc), Entre Rios (Amerios), Oeste Catarinense (Amosc), Alto Irani (Amai), Noroeste (Amnoroeste), Alto Uruguai (Amauc), Alto Vale do Rio do Peixe (Amarp) e Meio Oeste Catarinense (Ammoc).

O supervisor do Instituto de Contas (Icon) do TCE/SC, conselheiro Herneus De Nadal, acompanhou a programação nas etapas do Oeste. Ao visitar as salas de aula e dar as boas-vindas aos participantes, Nadal destacou a importância do trabalho qualificado do servidor público e do papel da Corte de Contas na melhoria da gestão pública. “Devemos acreditar que vamos melhorar a vida de muitos cidadãos fazendo bem o nosso trabalho”, disse o conselheiro. Ele também ressaltou o papel de todos no cuidado e no respeito ao Erário. “Dinheiro público deveria ser chamado de dinheiro do cidadão”, defendeu.

 O evento — maior ação de capacitação externa do TCE/SC — tem a proposta de aproximar quem fiscaliza de quem aplica o dinheiro público. Até o dia 9 de agosto, aproximadamente 4 mil gestores dos 295 municípios do Estado deverão receber orientações sobre boas práticas na administração pública, em 12 encontros regionais.

A etapa de Joaçaba reuniu, nesta quinta-feira (13/7), 311 participantes de 27 municípios do Alto Vale do Rio do Peixe e do Meio Oeste catarinense. Em Chapecó, na quarta-feira (12/7), o Ciclo recebeu 508 gestores públicos e, em São Miguel do Oeste, na terça-feira (11/7), 244 participantes. Palhoça (18/7), Criciúma (20/7) e Capivari de Baixo (21/7) sediarão os próximos encontros, na próxima semana.

A programação oferece três oficinas técnicas nas áreas de contabilidade e controle interno, atos de pessoal, licitações e contratos. Todas as abordagens terão apoio num livro-texto, disponível no Portal do Tribunal (www.tce.sc.gov.br), na área de “Destaques”, no centro da página principal, ou na aba “Outros Serviços”, no rodapé, no linkPublicações/Ciclos de Estudos.

Organizado pelo Icon — responsável pela política de educação corporativa do TCE/SC —, o evento tem a parceria das associações de municípios de Santa Catarina e apoio da Federação Catarinense de Municípios (Fecam) e União dos Vereadores de Santa Catarina (Uvesc).

 

Contribuição

O presidente da Uvesc, Adelor Provenci, acompanhou o conselheiro nas visitas e salientou a relevância do trabalho de capacitação desenvolvido pelo Tribunal de Contas. “Vamos somar nesta empreitada. A Uvesc entende que este é o caminho para melhorar os serviços nos municípios”, disse. Ao prestigiar a etapa de Joaçaba, o prefeito da cidade, Dioclésio Ragnini, apontou a contribuição do TCE/SC no campo da orientação aos gestores públicos. “Que o resultado deste aprendizado seja transferido para a sociedade em bons serviços”, afirmou.

 

Serviço:

O quê: XVII Ciclo de Estudos de Controle Público da Administração Municipal

 

Público-alvo: prefeitos, vereadores, secretários municipais e demais gestores de unidades, contadores, controladores internos, técnicos das áreas de recursos humanos/gestão de pessoas e de licitações e contratos das prefeituras e câmaras de vereadores.

 

Próximas etapas: Palhoça (18/7), Criciúma (20/7), Capivari de Baixo (21/7), Blumenau (26/7), Itajaí (27/7), Joinville (1º/8), Jaraguá do Sul (2/8), Lages (8/8) e Rio do Sul (9/8).

 

Inscrições e programação: Portal do TCE/SC (www.tce.sc.gov.br)

Mais informações: e-mail apoioicon@tce.sc.gov.br / (48) 3221-3794 e (48) 3221-3890, do Icon.

 

Enviar conteúdo por e-mailX

Separe os endereços por vírgula