• Enviar por e-mail

O Pleno do Tribunal de Contas de Santa Catarina reelegeu, nesta quarta-feira (16/12), os conselheiros Adircélio de Moraes Ferreira Júnior e Herneus De Nadal para os cargos de presidente e vice-presidente, respectivamente, da Instituição para o biênio 2021-2023. Na mesma sessão extraordinária telepresencial, o conselheiro José Nei Alberton Ascari foi eleito corregedor-geral. Todos foram escolhidos por unanimidade. A posse dos dirigentes ocorrerá em fevereiro de 2021, em sessão especial telepresencial, em data e horário ainda a serem anunciados.

Durante a sessão extraordinária — transmitida, ao vivo, pelo Canal Oficial do Tribunal de Contas no Youtube (https://www.youtube.com/user/TribContasSC) —, os conselheiros Luiz Roberto Herbst e César Filomeno Fontes foram eleitos para integrar a Comissão de Ética, que será presidida pelo corregedor-geral. Criada pela Resolução N. TC-0101/2014, a Comissão tem entre os seus objetivos, o de tornar transparentes as regras éticas de conduta dos membros do Tribunal de Contas, para que a sociedade possa aferir sua integridade e a lisura do processo das contas públicas. “Meus cumprimentos e apoio para desempenharem, com autonomia, essa função importante”, comentou o presidente.

Logo após a eleição, o conselheiro Adircélio agradeceu o voto de confiança de todos os integrantes do Corpo Deliberativo para a continuidade do trabalho iniciado em fevereiro de 2019, que buscou “dar respostas cada vez mais céleres à sociedade”. Também agradeceu o apoio recebido durante a sua primeira gestão dos conselheiros, conselheiros-substitutos, procuradores de Contas, da Assessoria da Presidência, dos diretores, servidores e colaboradores, fazendo com que o TCE/SC fosse cada vez mais respeitado e reconhecido, não só pelos poderes e órgãos públicos, inclusive por entidades nacionais, mas, pelos cidadãos catarinenses”. A atuação durante o período da pandemia do novo coronavírus mereceu destaque, em função da necessidade de adaptação. 

Na oportunidade, o presidente enalteceu o trabalho desempenhado pelo atual corregedor-geral, conselheiro Wilson Rogério Wan-Dall, que não pôde ser reconduzido ao cargo ocupado durante os últimos quatro anos, já que nova reeleição não é permitida. As manifestações dos conselheiros César Filomeno Fontes, José Nei Ascari e Herneus De Nadal foram na mesma direção. “Vossa Excelência cumpriu o período de corregedor com muita honradez, muito trabalho e muita dedicação”, enfatizou Fontes. “Suceder o conselheiro Wan-Dall não será tarefa fácil”, afirmou Ascari ao prometer dedicação no exercício das suas atribuições. 

O presidente informou que durante a solenidade de posse, em fevereiro, fará um balanço da gestão, ocasião em que citará as principais ações já implementadas e as que estão em curso. Além disso, abordará as prioridades para os próximos dois anos, que, segundo ele, serão definidas com os demais integrantes da direção e do Pleno. “Sozinho não é possível realizar nada”, afirmou ao reiterar a importância do apoio e da participação de todos. "Vou buscar dar continuidade a todos os projetos em andamento e a novos que representem avanço para a nossa instituição”, finalizou.

A eleição dos integrantes do corpo diretivo para o biênio 2021-2023 e da Comissão de Ética para o mesmo período foi convocada pelo presidente, conselheiro Adircélio de Moraes Ferreira Júnior, por meio de edital de convocação publicado na edição de 8 de dezembro do Diário Oficial Eletrônico do TCE/SC (DOTC-e).

 

Saiba mais: manifestações

Conselheiro Wilson Rogério Wan-Dall

“Quero cumprimentar a nova diretoria. Desejo, a todos, muito sucesso na empreitada, desafios novos, novos tempos, novas tecnologias, a questão da pandemia. Como conselheiro, quero colocar-me à disposição dos eleitos naquilo em que eu puder contribuir, participar e orientar. Contem comigo nessa nova missão.”

 

Conselheiro Luiz Roberto Herbst

“O Tribunal evoluiu muito, foi muito bem administrado nestes dois últimos anos, mesmo com as situações da pandemia e de questões relativas a pendências judiciais. A todos, sucesso e parabéns.” 

 

Procuradora-geral do Ministério Público de Contas (MPC), Cibelly Farias

“Em nome do MPC, gostaria de dar os parabéns. Parabéns pelo primeiro mandato, foi um mandato de grandes dificuldades, especialmente nesse último ano, por conta da situação excepcional. Mas o Tribunal de Contas conseguiu superar muito bem todas as dificuldades. Vejo que o seu primeiro mandato foi uma administração de muitas inovações. Acredito que será uma tendência para o próximo mandato. Reafirmo o compromisso do MPC de colaboração e parceria para que possamos aprimorar o controle externo aqui em Santa Catarina.”

 

Conselheiro César Filomeno Fontes

“Durante estes dois anos, foram promovidas diversas inovações. Foi atualizada toda a nossa legislação, dando condições para que o Tribunal pudesse ser o tribunal de hoje, um tribunal moderno, presente e atuante.”

 

Conselheiro José Nei Ascari

“Este Tribunal vive um momento importante de fortalecimento, transformação e de modernização como um todo. E não seria justo, adequado, interromper este dinamismo empreendido pelos conselheiros Adircélio e Herneus. Parabéns pela recondução de ambos e muito sucesso nesta jornada.” 

 

Conselheiro Herneus De Nadal

“Temos esse grande compromisso de dar continuidade ao trabalho empreendido pelo conselheiro Adircélio na Presidência do nosso Tribunal. É necessário que se dê andamento, sequência a este trabalho. Então, quero agradecer a confiança depositada. Vou procurar corresponder à expectativa.”

 

Acompanhe o TCE/SC:

Twitter: @TCE_SC

WhatsApp: (48) 99188-2308

Instagram: @tce_sc

 

 

Enviar conteúdo por e-mailX

Separe os endereços por vírgula