• Enviar por e-mail

Buscar o apoio do Tribunal de Contas do Estado na fiscalização da qualidade do serviço prestado pelas Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc). Este foi o objetivo de audiência realizada nesta quinta-feira (1º/3), na sede do TCE/SC, entre o vice-presidente da Corte catarinense, conselheiro Adircélio de Moraes Ferreira Júnior, e o diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Tiago de Barros Correia, acompanhado do diretor-presidente da Celesc, Cleverson Siewert.

Na oportunidade, o diretor da Aneel expôs o trabalho da agência reguladora, focado na avaliação por resultados das empresas concessionárias, especialmente quanto aos aspectos da qualidade do fornecimento de energia e dos serviços comerciais, da segurança do trabalho e da população, da sustentabilidade econômico-financeira. “Esse monitoramento é fundamental para o processo de aprimoramento dessas empresas”, enfatizou o conselheiro Adircélio.

De acordo com Correia, o Plano de Resultados – Aneel, para o acompanhamento dos serviços prestados pelas empresas distribuidoras de energia elétrica, está em sua segunda fase. Na primeira, foram monitoradas as ações desenvolvidas por 16 agências — AES Eletropaulo (SP), AES-Sul (RS), Amazonas Energia (AM), Ampla (RJ), Cea (AP), Ceal (AL), CEB (DF), CEEE-D, Celg (GO), Celpe (PE), Cepisa (PI), Ceron (RO), Cerr (RR), Coelba (BA), Eletroacre (AC) e Light (RJ). Na segunda, estão sendo verificadas as iniciativas de outras 16, entre elas a Celesc.

Também participaram da audiência a assessora da diretoria da Aneel, Heloisa Dubeux, o diretor de Assuntos Regulatórios e Jurídicos da Celesc, Antônio José Linhares, além dos gerentes dos departamentos de Regulação Técnica e Comercial e de Regulação de Ativos e Tarifas da empresa catarinense, Fábio Valentim da Silva e Vânio Moritz Luz, respectivamente. Pelo TCE/SC, ainda estava presente a assessora do vice-presidente, Andreza de Morais Machado.

 

Enviar conteúdo por e-mailX

Separe os endereços por vírgula