• Enviar por e-mail

O Tribunal de Contas de Santa Catarina realiza, até o dia 15 de junho, pesquisa com o objetivo de colher subsídios de gestores públicos, advogados, representantes de instituições não governamentais, jornalistas, cidadãos em geral e público interno para a reformulação do Portal da Instituição (www.tce.sc.gov.br).Com 22 questões objetivaso questionário está publicado no Portal do TCE/SC e será encaminhado, por e-mail, para alguns stakeholders — pessoas e organizações interessadas no serviço da Instituição.

A reformulação busca ampliar o acesso a informações de interesse público e aos serviços prestados pelCorte catarinensea partir da utilização de recursos de acessibilidade e de leiaute responsivo para computadores e dispositivos móveis em todas as páginas, com navegabilidade entre as funcionalidades.

Serão consideradas as exigências da Lei n. 12.527/2011 (Lei de Acesso à Informação) — para garantir a transparência do controle externo e estimular o exercício da cidadania —, contemplados conceitos de Arquitetura da Informação — para viabilizar o fluxo efetivo das informações — e promovidas a integração e a gestão eficiente dos conteúdos — para a permitir a manutenção e atualização do Portal.  

A pesquisa aborda frequência de uso; tempo de permanência; organização, segmentação por público-alvo, quantidade e transparência das informações; áreas mais acessadas; linguagem utilizada; e recursos de acessibilidade. Também há perguntas sobre criação de espaços sobre decisões e acórdãos aprovados, imputações de débito e aplicações de multas, recursos que, efetivamente, ingressam nos cofres públicosjulgamentos de contas pelos legislativos e diretorias técnicas e administrativas do TCE/SC

Outros questionamentos são referentes à disponibilização das informações em outros idiomas; ao interesse de recebimento de aviso sobre atualização de conteúdo; à possibilidade de personalização do conteúdo; mudanças no sistema de busca utilizado; à inclusão do mapa do Portal e de links para sites de outros órgãos que também exercem o controle externo. Os respondentes ainda poderão fazer sugestões e disponibilizar dados para eventual contato do Tribunal.

Para a reformulação, além da pesquisa, serão considerados os dados do Google Analytics, o mapa do calor e levantamentos feitos em páginas na internet de entidades com atuação semelhante à dCorte de Contas catarinense. 

trabalho está sendo executado por uma equipe multidisciplinar, constituída por meio das Portarias 292/2019901/2019 e 126/2020Integram a comissão — sem ônus para os cofres públicos —, representantes do Gabinete da Presidência (GAP), das diretorias-gerais de Administração (DGAD) e de Controle Externo (DGCE), da Diretoria de Tecnologia da Informação (DTI) e da Assessoria de Comunicação Social (ACOM) (Quadro)

  

Quadro: integrantes da Comissão

Servidor

Unidade

Juliana Francisconi Cardoso (coordenadora)

Gabinete da Presidência

Jairo Wensing

Gabinete da Presidência

Edison Stieven

Diretoria-Geral de Administração

Reinaldo Gomes Ferreira

Diretoria-Geral de Controle Externo

Lúcia Helena Fernandes de Oliveira Prujá

Assessoria de Comunicação Social

Wallace da Silva Pereira

Diretoria de Tecnologia da Informação

Trícia Munari Pereira

Diretoria de Tecnologia da Informação

Edipo Juventino da Silva

Diretoria de Tecnologia da Informação

Daniel Antunes dos Santos

Diretoria de Tecnologia da Informação

Fonte: Portarias 292/2019901/2019 e 126/2020.

 

Acompanhe o TCE/SC:

Twitter: @TCE_SC

WhatsApp: (48) 99188-2308

Instagram: @tce_sc

 

 

Enviar conteúdo por e-mailX

Separe os endereços por vírgula